mbrettas


24/11/08


Extra!!!

Atenção senhores e senhoras, poetas e outros escribas de plantão
Lhes informo sem dor ou outro tipo qualquer de paixão
Parem as máquinas! Sem pena!
Se do amor de que tanto escrevem, muito pouco ainda sei
Dessa tal de morte que meu caminho cruzou, agora algo lhes direi
Estão errados todos os que a dão como certeza única da vida
O futuro que está logo ali, mesmo que perto, é certo, nunca vai chegar
Doss traços e rabiscos que deixamos nesse mundo muitos nunca hão de se apagar
Inglório o caminho rumo a morte, crendo que com o amanhã ela será mais forte
A morte não existe! E, mesmo um leve suspiro para sempre subsiste
Por isso mudei. Sou outro. Jamais alguém verá nesse chão um dia eu escarrar

Escrito por Marcelo Brettas às 09:51:34
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Histórico